Conversa Afinada: Principais notícias da semana

Conversa Afinada: Principais notícias da semana
11/12/2020

 

Vendas de Natal em Joinville devem ser 5% superior ao mesmo período do ano passado

A CDL Joinville estima que o aumento no volume de vendas em dezembro de 2020 seja superior a 5% em comparação com o período natalino de 2019, antes da pandemia do coronavírus. Para José Manoel Ramos, presidente da entidade, a recuperação de empregos em diversas áreas, a entrada do 13º salário e o auxílio emergencial garantem mais renda aos joinvilenses, promovendo o crescimento das vendas para o Natal.

O que vai ajudar o comércio é a ampliação do horário de atendimento no fim de ano para as lojas de rua e shoppings, e isso ajudará a evitar aglomerações.

O presidente da entidade também lembra da importância de seguir os protocolos sanitários para prevenir o coronavírus. “Funcionários e clientes são obrigados a usar máscaras, manter o distanciamento e a constante higienização das mãos com a oferta de álcool em gel para todos”, afirma. O presidente da CDL lembra que os provadores de roupas continuam liberados. (Aconteceu em Joinville).
 

Cerimônias de diplomação de candidatos eleitos serão realizadas até 18 de dezembro

As cerimônias de diplomação dos prefeitos e vereadores eleitos nas Eleições 2020 serão realizadas até o dia 18 de dezembro, conforme determinado pelo Calendário Eleitoral. As principais alterações para a realização das cerimônias neste ano são que os diplomas serão expedidos e disponibilizados exclusivamente em formato digital e que a apresentação das contas é o único requisito para que isso ocorra.
 
As contas devem ser apresentadas até o dia 15 de dezembro e o descumprimento do prazo impede a diplomação do candidato enquanto perdurar a omissão.
 
Neste ano, devido à pandemia do coronavírus e ao avanço da doença em Santa Catarina, as cerimônias em cada município do estado poderão ser realizadas de três maneiras distintas, a critério do presidente de cada Junta Eleitoral: virtualmente, pela expedição dos diplomas na internet; por meio de videoconferência, com a participação de eleitos e demais autoridades; ou de forma presencial, tomando-se todas as medidas de segurança sanitárias determinadas pelos órgãos competentes. (Aconteceu em Joinville).
 

Profissionais de eventos fazem manifestação em Joinville

Usando roupas pretas, cerca de 80 profissionais da área de eventos realizaram uma manifestação na manhã desta quinta-feira, (10), em Joinville.  A concentração ocorreu no Centreventos Cau Hansen, e uma carreata formada pelos profissionais da área passou pelas principais ruas do centro, parando na prefeitura.

Esta foi a segunda manifestação realizada pela categoria em menos de uma semana. Na última sexta-feira, (04), cerca de 150 profissionais da área entregaram uma carta, pedindo que o decreto 40.018, que proíbe a realização de eventos, seja revisto.
 
O objetivo é pedir que a prefeitura libere a realização de eventos na cidade, que está proibida por causa da pandemia de coronavírus. O último decreto, divulgado pela prefeitura, permite a realização de apresentações de música ao vivo, desde que não provoquem a interação de clientes em pé.
 
A Prefeitura de Joinville recebeu os manifestantes. O secretário da Saúde Jean Rodrigues explicou que entende a situação vivida pelo setor, porém ressaltou a preocupação com a situação da infecção. Ele disse que vai verificar com a Defensoria Pública, Ministério Público e governo do Estado a possibilidade de mudanças legais para haja restrições controladas e que possibilitem o retorno das atividades, porque o Município segue orientações legais vinda do Estado. (Aconteceu em Joinville).
 

Futuro contrato da iluminação de Joinville fica para governo Adriano

A concorrência para o novo contrato de manutenção da iluminação pública será uma das primeiras tarefas do governo Adriano Silva, já no início de 2021. O atual contrato se encerrou em outubro e não há possibilidade de prorrogação. O governo Udo Döhler até examinou a possibilidade de levar adiante uma contratação emergencial, mas desistiu e vai deixar a decisão para a futura administração. O tema está sendo tratado pela equipe de transição do prefeito eleito. Em 2014, por causa do atraso em licitação, 17% das lâmpadas da cidade ficaram à espera de troca.
 
O sistema de iluminação de Joinville, com 58.780 pontos, continua em operação, em funcionamento que não depende da manutenção. Só que com o contrato concluído, não estão sendo são feitos reparos e a rede fica sem expansão e modernização. Hoje, já são 683 luminárias com necessidade de manutenção (troca de lâmpadas, substituição do dispositivo de atendimento automático). A falta de contrato também deixou Joinville sem a decoração natalina – o município não tem equipes para fazer a instalação.
 
O governo Udo não chegou a explicar por que a concorrência para o novo contrato não foi lançada antes, afinal, era sabido que o contrato se encerraria em outubro. Mas o prefeito Udo Döhler tem alegado que Joinville não terá “prejuízos” até que o novo contrato seja assinado. No plano de governo da atual administração, havia a proposta de adoção de parceria público-privada (PPP) para ampliação do sistema, mas não foi executada. (NSCTotal).
 

Fecam anuncia acordo para compra da vacina CoronaVac por municípios de SC

 A Federação Catarinense dos Municípios (Fecam) confirmou um acordo com o Instituto Butantan para permitir a compra de doses da vacina CoronaVac para municípios de Santa Catarina que tiveram interesse na aquisição. O imunizante contra o novo coronavírus é desenvolvido pela farmacêutica chinesa Sinovac com parceria da instituição paulista nos testes feitos no Brasil.
 
O protocolo de intenções a ser firmado entre Fecam e Butantan prevê a possibilidade de que municípios catarinenses comprem doses da CoronaVac depois que a vacina obtiver o registro de uso na Agência  Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O documento não estabelece quantas doses poderiam ser adquiridas nem prazos, já que a negociação depende da autorização do imunizante junto à Anvisa. No entanto, segundo a Fecam, há uma estimativa do Butantan de que as doses poderiam ser oferecidas a partir de fevereiro.
 
A assinatura do protocolo de intenções entre Fecam e Butantan foi marcada para o dia 10 de dezembro, às 14h, na sede do Instituto Butantan, em São Paulo. O presidente da Fecam, Paulo Roberto Weiss, que é prefeito de Rodeio, no Vale do Itajaí, e outros quatro membros do Conselho Executivo da entidade já confirmaram presença.
 
O acordo também não estabelece os valores para a negociação, mas o Butantan tem uma estimativa inicial de preço de R$ 16 por dose, conforme a entidade catarinense.
 
A logística de armazenamento das vacinas ficaria a cargo dos próprios municípios, seguindo regras gerais do Ministério da Saúde já atendidas no caso de outros imunizantes da rede pública. As compras poderiam ser feitas diretamente pelos municípios ou por meio de consórcios regionais. (NSCTotal).

CORONAVÍRUS – Cidade com mais testes realizados no Estado, Joinville confirma 433 novos casos

A semana se encerra com a confirmação de mais 433 casos positivos e total de 33.684 desde o início da pandemia. Os recuperados agora somam 26.831 e 416 perderam a vida. Já foram realizados 135.640 exames, com 93.171 descartados e 8.785 aguardando resultado.

Mais duas pessoas perderam a vida:  um homem de 74 e uma mulher de 80 anos.

O Painel COVID-19 é atualizado diariamente, às 18h, com o número total de leitos de UTI, incluindo os neonatais e pediátricos. O painel também informa a ocupação de leitos de UTI geral (não Covid-19), dos hospitais públicos e privados. O Painel COVID-19 Joinville pode ser acessado no site: joinville.sc.gov.br/coronavirus.

whatsapp_image_2020-12-11_at_17.58.28.jpeg
 
Conversa afinada é um programa de cunho jornalístico que vai ao ar pela Rádio 107,5 Fm, toda sexta-feira das 17h às 18h, e traz um resumo das principais notícias da semana. 
 

Demétrio Daniel dos Santos Ferreira
Obreiro da IEADJO, Locutor na Rádio 107,5 FM. Jornalista - MTB SC 6144 JP

Comentar

5 + 7 =
Para evitarmos "spams". Resolva esta simples operação matemática. Exemplo: 1+3, digite 4.