Vencendo a Degeneração da Família

Vencendo a Degeneração da Família
02/06/2016

“Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios; Pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência; Proibindo o casamento, e ordenando a abstinência dos alimentos que Deus criou para os fiéis, e para os que conhecem a verdade, a fim de usarem deles com ações de graças” (1 Timóteo 4.1-6).
     A família é a agência educadora responsável por transmitir os valores, como o relacionamento social, a linguagem, os usos e costumes, as crenças e valores espirituais, para que o indivíduo ingresse e viva bem em sociedade. Porém, cada vez mais intensamente, estão ocorrendo alterações na estrutura familiar da sociedade, e a família está perdendo a função de agência educadora. Quem está ditando as normas é a mídia com suas filosofias mundanas, que na maior parte das vezes trabalha buscando anular e destruir os princípios cristãos.
     A Bíblia Sagrada, porém, nos ensina que é dever dos pais educar os filhos no “caminho me que deve andar, pois quando envelhecer não se desviará dele” (Provérbios 22.6). Não podemos terceirizar esta tarefa, mas devemos discipular nossas famílias, para a sociedade seja impactada pelo poder do evangelho de Cristo.
     É inegável o valor dos meios de comunicação, mas é inegável o prejuízo que eles trazem pela má utilização e pela filosofia hedonista contida na maioria das mídias. Acontecem constantes bombardeios aos valores bíblicos nos lares, nas escolas, no trabalho e na rua, através de meios como a internet, a TV, o Rádio e outdoors, que estão influenciando e mudando a linguagem, o comportamento e a forma de pensar de nossas famílias.
     O padrão social mundano dos dias atuais não serve para o cristão. Está cada vez mais difícil selecionar o que é bom e o que é mau nos meios de comunicação, pois a revolução cultural trouxe um sentimento de liberdade excessiva, que é libertinagem. A palavra de Deus diz que “o mundo jaz no maligno” (1 João 5.19).
     Apesar de vermos à nossa volta uma constante degeneração da família, devemos olhar o mundo com os olhos de Deus e contrariar aquilo que não presta, quando for preciso. Nossa função no mundo é sermos o sal da terra, fazermos a diferença. Jesus disse em Mateus 5.13: “Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens”.
     Vivemos em uma época onde as pessoas estão desorientadas e com transtornos em sua identidade, como consequência da queda (Romanos 1.21-28). O retrato bíblico é que estes homens estão “entenebrecidos no entendimento, separados da vida de Deus pela ignorância que há neles, pela dureza do seu coração; os quais, havendo perdido todo o sentimento, se entregaram à dissolução, para com avidez cometerem toda a impureza”. (Efésios 4.18-19). Muitas pessoas adotam a conduta da homossexualidade pelas mais diversas causas:
- Filhos com "complexo de édipo" - modelados na mãe.
- Filhas com "complexo de electra" - modeladas no pai.
- Vítimas de abusos - que passam a odiar o sexo oposto.
- Sexo precoce ou prematuro - leva a pessoa a uma vida de irresponsabilidade, promiscuidade e perda da sua identidade e seu valor.
     A Palavra de Deus afirma que o fator responsável pelo desvio ético e moral é a depravação da mente (Lv. 20.13,22; Dt. 23.17; 1 Co. 6.10, 1 Tm. 1.10; Jd. v. 7). Todos estes comportamentos são pecado, inclusive a sodomia foi condenada por Deus (Gn. 19.5,24,25). Jesus ratificou a ideia da heterossexualidade na criação feita por Deus: Porém, desde o princípio da criação, Deus os fez macho e fêmea (Marcos 10.6). Através da queda o homem passou a viver uma vida desagradável a Deus.
     Através do Discipulado, podemos ajudar às pessoas que caíram nesta perversidade, e desejam sair desta vida para servirem ao Senhor. Discipular nossas famílias também é uma arma poderosa para as defendermos dos ataques satânicos. Venceremos a degeneração familiar, ensinando com diligência a Palavra de Deus às novas gerações. “E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; E as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te” (Deuteronômio 6.6,7).
  Pr. Sérgio Melfior
 

eliseu.melfior
Eliseu Melfior
Casado com Janaina e pai do Matheus. III Vice-Presidente da Igreja Evangélica Assembleia de Deus de Joinville, Pastor filiado a CIADESCP e CGADB, Bacharel em Sistemas de Informação pela UNIARP, Pós-Graduando em Aconselhamento Cristão pela REFIDIM, Atualmente Pastoreia o Setor 18 - Bom Retiro, e atua como Coordenador de TI na IEADJO | | facebook.com/PastorEliseuMelfior

Comentar

2 + 3 =
Para evitarmos "spams". Resolva esta simples operação matemática. Exemplo: 1+3, digite 4.